PLANTAR

DIMINUINDO A PRESSÃO SOBRE AS FLORESTAS NATIVAS

 

VALORIZAR

AGREGAR VALOR A CADA ÁRVORE PLANTADA

 

 

CAPACITAR

CRIANDO FLORESTAS INTELIGENTES

SEMEAR

TECNOLOGIA EM MATERIAL GENÉTICO

 

Dia(s)

:

Hora(s)

:

Minuto(s)

:

Segundo(s)

10 DE ABRIL DE 2021 EM SÃO PAULO/SP

O Workshop de Mogno Africano vem difundindo e fortalecendo o cultivo desta madeira nobre no Brasil. A interação entre profissionais, especialistas e investidores, proporciona uma rede capaz de otimizar todo processo da cadeia produtiva e de manejo desta espécie, além de profissionalizar o investimento florestal no país.

Catálogo de Produtos e Serviços

O IBF possui uma enorme variedade em produtos e serviços
que compõe a cadeia produtiva da base florestal.

MOGNO AFRICANO

Augusto Cury – Escritor e psiquiatra tem a maior plantação
de Mogno Africano do país

Ciclo Mogno Africano

4

1º MANEJO

%

R$ 643,66

No quarto ano, é necessário manejar os piores indivíduos da floresta, cerca de 833 árvores, para que as demais possam desenvolver melhor. Comercializadas podem render R$ 643,66 por hectare. O ativo florestal  estimado nesta idade é de R$ 112.136,23.

8

2º MANEJO

%

R$ 3.233,99

No oitavo ano ocorre um novo manejo de 416 árvores. Estas irão render em torno de R$ 3.233,99, ainda sem valor nobre agregado. O ativo acumulado nesta idade será de R$ 227.873,94.

13

3º MANEJO

%

R$ 194.439,98

No 13º ano ocorre o manejo de 208 árvores de árvores maduras, podendo gerar uma receita bruta de R$ 194.439,98 por ha ao produtor. Nesta etapa o negócio florestal atinge o retorno do capital investido. Restando ainda o ativo florestal remanescente. a soma do ativo do projeto com a receita gerada dos manejos alcançam R$ 462.473,67 nesta idade.

18

CORTE FINAL

%

R$ 939.106,84

Aos 18 anos acontece o corte raso da floresta. O restante do ativo florestal é convertido em receita ao investidor. Nesta fase, somando todas as receitas, o proprietário terá alcançado ao longo dos anos uma receita bruta estimada de R$ 1.135.543,46 por hectare.